Concurso para estágio de sargento da aeronáutica

O Comando de Aeronáutica relatou o Exame de Admissão para o Curso de Adaptação ao Curso de Graduação do Sargento Aeronáutico do ano 2018 (EA EAGS), com duração aproximada de um ano.

A Associação Militar encarregada deste Processo Seletivo é a Escola de Especialistas em Aeronáutica – EEAR de Guaratinguetá, São Paulo.

Concorrentes de ambos os sexos, que terminaram o Ensino Médio (para todos os aspirantes) e Curso Técnico de Nível Médio, apesar de não ter menos de 17 anos e não 25 anos terminar até 31 de dezembro de 2018.

No total há 173 oportunidades, apropriadas nas reivindicações de fama de Administração (40), Enfermagem (45), Eletricidade (14), Eletrônica (30), Pavimento (8), Informática (20), Obras (8) e Topografia 8).

O suplente trabalhará no âmbito do sistema educacional do EEAR e será qualificado para a compensação estabelecida por lei, não obstante o sustento, conveniência, regalia, restauração e assistência médica do hospital e dental.

O acabamento da forma de aplicação deve ser possível através do site www.ingresso.eear.aer.mil.br de 3 a 31 de janeiro, fornecimento interminável do Guia de Coleta da União (GRU), no valor de R $ 60,00.

A exceção do encargo de alistamento será concedida aos candidatos que demonstrem serem selecionados no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal ou de um indivíduo da família de baixos salários, conforme indicado pela Lei, Decretos e prazo determinado no aviso prévio.

As seções serão agrupadas por método de Disposições Escritas previstas para ser conectado em 9 de abril de 2017, na região mostrada na época de inscrição, etapas alternativas serão realizadas por Concentração Intermediária que pretende direcionar a possibilidade de prosseguir com o exame com a Realização de inspeção de saúde, teste de aptidão psicológica, teste de aptidão física, teste de prática de especialidade e concentração final para demonstrar as necessidades normais e investigação dos relatórios, ambos com caráter eliminatório.

Os testes serão realizados nas comunidades urbanas de Belém – PA, Recife – PE, Fortaleza – CE, Salvador – BA, Rio de Janeiro – RJ, Belo Horizonte – MG, São Paulo – SP, São José dos Campos – SP, Campo Grande – MS, Canoas – RS, Santa Maria – RS, Curitiba – PR, Brasília – DF, Manaus – AM e Porto Velho – RO.

Este processo seletivo terá legitimidade, oito dias seguindo a data reservada de Concentração Final.

DF divulga Concurso Público para nível médio e superior

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal – TERRACAP declara a realização de outro Concurso Público para empregar prontamente 33 peritos e preencher 390 abertura no arranjo de um salvar inscrever.

(2), Técnico em Vigilância (4), Agrimensor (1), Administrador (1), Analista de Sistemas (1), Arquiteto (4), Contabilista (1), Economista (1) Engenheiro Agrônomo (1), Engenheiro Ambiental (1), Engenheiro Civil (1), Engenheiro Civil (1), Técnico em Comunicação Social – Publicidade (1), Especialista Técnico – Estatístico (1) Geoprocessamento (1).

Trabalhando em jornadas de trabalho de 40 horas, os especialistas receberão taxas de remuneração que vão de R $ 7.951,13 a R $ 11.717,56.

Para se alistar o competidor deve chegar ao site da classificação organização Quadrix Institute (www.quadrix.org.br), entre as 10 horas de 13 de janeiro de 2017 até 23:59 em 28 de fevereiro de 2017, e preencha o quadro acessível. Tenha em mente que é importante pagar a taxa de cooperação, cujas qualidades variam de R $ 37,00 a R $ 44,00.

Candidatos contribuintes de sangue para as fundações de bem-estar geral; Beneficiários de um programa de suplementação social ou suplementação de salário iniciado pelo Governo do Distrito Federal poderão solicitar a exclusão do encargo de alistamento, de 30 de dezembro de 2016 a 5 de janeiro de 2017.

Quanto à caracterização serão realizados Testes Objetivos, e Discursivos, entre 26 de março de 2017 e 2 de abril de 2017. O alvo, eliminatório e qualificante, será feito de 50 inquéritos, várias decisões. É significativo que aqueles recrutados nos lugares de Supervisor Técnico e Surveyor deve igualmente fazer o teste de aptidão física.

Este Concurso é legítimo por um longo tempo, contado a partir da data de produção da homologação da última consequência do desafio no Diário Oficial do Distrito Federal, podendo ser ampliado, uma vez, por um período equivalente.

Mais dados podem ser adquiridos na declaração completa em nosso site.

Concurso para o TSE 2017

O TSE tem previsão de abrir um concurso para candidatos de nível intermediário e nível superior para o ano de 2017, as vagas são para técnico, analista judiciário. O salário é em torno dos 6 mil reais.

As áreas a serem exercidas no TSE são administrativas e a expectativa são de 118 vagas, o órgão responsável pelo concurso é a Consulplan.

O tribunal superior eleitoral pode te proporcionar uma carreira completa em 2017, fique atento a mais novidades e se prepare para o edital.

Vagas abertas para o ministério da saúde

O ministério da sáude abriu um edital nº 7/2016 para a abertura de 102 vagas, as áreas que estão abertas são Ciências Contábeis e Administração. As áreas a serem preenchidas são as áreas da previdência, saúde, trabalho e desenvolvimento social.

O salário é em torno dos 5 mil reais e 40 horas de jornada de trabalho, as inscrições devem ser feitas no site do IDECAN até 5 de janeiro de 2017 e o candidato deverá pagar uma taxa de 67 reais.

A seleção dos candidatos aconteceram o dia 19 de fevereiro de 2017 em todas as capitais do Brasil. Para saber mais sobre o edital, acesse o link: http://www.idecan.org.br/getConc.aspx?key=0L763BQBFes=

Concurso para o Banco do Brasil – 2017

O concurso público para o Banco do Brasil tem a previsão para ocorrer no início do ano de 2017 e é exigido apenas o ensino médio para concorrer as vagas. O banco do Brasil é um dos principais bancos do país, portanto corra e procure saber mais informações sobre o edital para o concurso do banco do Brasil 2017.

O processo seletivo ocorre nos Estados: Amazonas, Bahia, Pará, São Paulo, Tocantins, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Minas Gerais, Santa Catarina, Distrito Federal e Espírito Santo.

As vagas são para escriturário, com formação média completa, a remuneração é de R$ 3644,48, sendo composta de R$ 2449,98 de salário fixo, R$ 491,52 de vale refeição e R$ 652,98 de auxílio alimentação. Um salário bom para os requisitos mínimos, que é apenas o ensino médio.

O concurso público para o Banco do Brasil é super concorrido, já que o déficit de vagas para a empresa (em geral) é de aproximadamente 6 mil vagas em todo o país. Portanto corra e se informe, o salário e a carga horária é muito boa.

Tudo que você precisa para estudar com o ProUni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) foi criado pelo Governo Federal em 2004 e tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior.

Oferece, em contrapartida, isenção de alguns tributos àquelas instituições de ensino que aderem ao Programa.

O Prouni conta com um sistema de seleção informatizado e impessoal, que confere transparência e segurança ao processo. Os candidatos são selecionados pelas notas obtidas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) conjugando-se, desse modo, inclusão à qualidade e mérito dos estudantes com melhores desempenhos acadêmicos.

Em janeiro ocorrerá a primeira edição do Prouni 2016, que utilizará as notas do Enem 2015. Normalmente o programa abre seu prazo de inscrições após o final do processo do Sisu.

Nosso objetivo com este manual é deixa-lo completamente inteirado com o funcionamento do programa. Regras, cronograma, como navegar, o que são as notas de corte e vagas disponíveis no ano anterior. Informaremos tudo aqui.

1 – Tipos de bolsas ofertadas pelo programa

O Prouni oferece dois tipos de bolsas aos seus participantes, integral e parcial (50% da mensalidade). A bolsa integral se restringe aos estudantes que comprovem renda familiar de no máximo 1,5 salário mínimo por pessoa. Já na bolsa parcial, o limite de renda familiar aceito é de 3 salários mínimos por pessoa.

O participante que for contemplado com a bolsa parcial ainda tem a possibilidade de se cadastrar no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), para financiar a outra metade da mensalidade do curso.

2 – Critérios socioeconômicos para participar do Prouni  

– Ter cursado o ensino médio completo em escola pública;

– Ter cursado o ensino médio completo em escola privada com bolsa integral;

– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

– Ser pessoa com deficiência;

– Ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício do magistério, integrando o quadro permanente da instituição e concorrendo a vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.

3 – Desempenho mínimo no Enem exigido pelo Prouni

O Prouni também exige alguns pré-requisitos relacionados ao desempenho dos candidatos no Enem. Veja quais são eles.

– Ter realizado a última edição do exame;

– Obter média mínima de 450 pontos nas notas das provas do Exame e nota acima de zero na redação (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação).

4 – Saiba quando acontece o Prouni

O Prouni ocorre em duas edições por ano, normalmente nos meses de janeiro, contemplando bolsistas ingressantes no primeiro semestre, e em junho, para os que ingressarem no segundo semestre. O sistema disponibilizará, no momento da inscrição, quais as instituições de ensino participam do programa.

5 – É possível participar do Prouni e do Sisu?

Sim. Entretanto, não é permitido ao estudante matriculado em universidade pública ser bolsista do Prouni. Assim, se for selecionado pelos dois sistemas, o beneficiado deverá optar por cursar a instituição pública ou a instituição privada na condição de bolsista do programa.

6 – Entenda, passo a passo, como funciona o Prouni

Passo nº 1: A inscrição no programa deverá ser feita exclusivamente pela internet. Durante o período de inscrições (que normalmente permanece aberto por cinco dias) o candidato deve acessar o sistema informatizado do programa, que estará disponível no site oficial do Prouni. Depois disso, será requisitado o CPF, o número da inscrição do Enem e a respectiva senha. Caso também tenha se cadastrado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), você deverá usar a mesma senha.

Passo nº 2: Você deverá escolher, por ordem de prioridade, até duas cursos do seu interesse em uma ou mais instituições participantes, além de discriminar o tipo de bolsa que vai concorrer (integral ou parcial).

Passo nº3: Consulta das notas de corte – Uma vez por dia o sistema do Prouni calcula a nota de corte (menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso, com base no número de vagas disponíveis e nas notas dos candidatos inscritos naquele curso.

Passo nº 4: Mudança de opção de curso – O Prouni permite, a qualquer momento, que o inscrito altere suas opções de curso e instituição. Dessa forma, caso a sua nota esteja abaixo da nota de corte para aquele curso, você poderá alterá-la. Será considerada válida somente a última opção selecionada.

7 – Como as notas do Enem são aproveitadas no Prouni

Os resultados do Enem são usados como critério para a distribuição das bolsas de estudos, isto é, as bolsas são distribuídas conforme as notas obtidas pelos estudantes no Enem.

8 – Seleção dos aprovados (1ª chamada)

Ao final do período de inscrição é realizada a pré-seleção de aprovados, a partir da nota do Enem. Os candidatos são selecionados em sua opção de maior prioridade. Contudo, caso o curso de primeira opção não esteja mais disponível, ainda é possível ser selecionado para a segunda opção, e assim por diante. A relação com os estudantes pré-selecionados será divulgada pelo Ministério da Educação, em data que será antecipada em nosso site.

9 – Convocação da segunda chamada

Após o término das matrículas dos aprovados em primeira chamada, o Prouni apura os cursos com bolsas disponíveis e divulgará a lista dos convocados na segunda chamada, baseada no número de bolsas que não foram ocupadas.

10 – Lista de espera

Após as chamadas regulares do processo seletivo, o Prouni disponibiliza as instituições participantes uma Lista de Espera a ser utilizada prioritariamente para preenchimento das bolsas eventualmente não ocupadas. Para participar da Lista de Espera o candidato deve manifestar o interesse no próprio sistema, em período determinado pelo cronograma.

11 – O candidato selecionado já tem a bolsa garantida?

Depende da instituição. É facultativo a cada uma delas submeter seus candidatos pré-selecionados a um processo seletivo específico e isento de cobrança de taxa. Entretanto, esta informação estará disponível no momento da inscrição.

12- Em caso de aprovação, o que fazer?

O estudante selecionado deve comparecer à secretaria da instituição de ensino superior que foi aprovado, portando a documentação exigida para comprovar as informações mencionadas na sua ficha de inscrição. Após todas as informações serem checadas, é só assinar o Termo de Concessão que estará inserido no programa.

13 – Prouni e o sistema de cotas

O Prouni reserva bolsas às pessoas com deficiência e aos autodeclarados indígenas, pardos ou pretos. O percentual de bolsas destinadas aos cotistas é igual àquele de cidadãos pretos, pardos e indígenas, em cada Estado, segundo o último censo do IBGE. Vale lembrar que o candidato cotista também deve se enquadrar nos demais critérios de seleção do Prouni.